Grajaú: terras indígenas são vistoriadas para criação de seção eleitoral

Foram visitadas as aldeias indígenas de: Morro Branco, Cajazeira, Kumarú, Formigueiro, Boa Esperança, Chapadinha, Pedra Jacaré, Escondido, Morro Velho, Bela Vista, Piçarra, Piquizinho, Faveira, Macaúba, Areinha, Japão e Buritizinho.

Seção eleitoral em terras indígenas Grajaú

Em atendimento ao requerimento de criação de seção eleitoral na Aldeia Morro Branco, na sexta-feira, 16 de agosto, o juiz eleitoral Alessandro Arrais Pereira, titular da 15ª zona, realizou visita técnica nas terras indígenas que compreendem um total de 17 aldeias: Morro Branco (sede administrativa), Cajazeira, Kumarú, Formigueiro, Boa Esperança (zona urbana - bairro Aeroporto), Chapadinha (sentido Formosa), Pedra Jacaré, Escondido, Morro Velho, Bela Vista, Piçarra, Piquizinho, Faveira, Macaúba, Areinha, Japão e Buritizinho. 

Durante a visita, líderes indígenas reuniram-se com o magistrado, entre eles, Sebastião Bento (cacique da Morro Branco), Marciliano (sub cacique da Morro Branco) e Joana Bento, representante das mulheres indígenas, que expuseram a necessidade de criação da seção eleitoral por conta da grande discriminação dos indígenas nos locais de votação majoritariamente de brancos, a distância e o acesso das aldeias - que por muitas vezes dificultam a locomoção dos idosos e deficientes no deslocamento no dia da eleição, além da superlotação dos locais de votação da zona urbana. Reforçaram ainda a importância dos indivíduos na vida pública, liberdade de expressão, acessibilidade e se comprometeram, que ao ser criada a seção eleitoral na localidade, irão zelar pela democracia e interesses da Justiça Eleitoral, assim como dos demais órgãos de segurança pública.

Após conversar com os indígenas, o juiz Alessandro Pereira se comprometeu em avaliar os fatos para posterior decisão.

A Aldeia Morro Branco possui o Centro de Ensino Indígena Djalma Marizê Filho, cuja infraestrutura possui: 4 salas de aulas, 1 diretoria, 1 biblioteca, 1 área coberta para reuniões e 2 banheiros, toda em bom estado de conservação e acesso.