Ampla divulgação faz crescer em 1.000% o número de eleitores atendidos por dia em Nova Xavantina

Baixar este áudio

Ampla divulgação faz crescer em 1.000% o número de eleitores atendidos por dia em Nova Xavantina

Descrição

Ao todo, Nova Xavantina possui 15 mil eleitores registrados no cadastro eleitoral. O atendimento está sendo realizado na sede do Cartório Eleitoral, que fica na Avenida Couto Magalhães, Centro, das 07h30 às 13h30 O número de eleitores atendidos diariamente no município de Nova Xavantina cresceu em 1.000% nos últimos 30 dias. No mês de dezembro, em média, 10 eleitores eram atendidos por dia. Esse quantitativo subiu para 100 neste mês de janeiro. O município é um dos 26 mato-grossenses que atualmente passa pela revisão de seu eleitorado com cadastramento biométrico. Mesmo com o expressivo aumento de atendimento, apenas 5% dos eleitores participaram da revisão. “Em dezembro, quando iniciou a revisão biométrica em Nova Xavantina, percebemos que a população não estava consciente da importância de atender ao chamado da Justiça Eleitoral, na segurança que a biometria traz para eleição e lisura do pleito e principalmente, dos prejuízos que o cancelamento do título eleitoral implica ao cidadão. Iniciamos uma ampla campanha de divulgação da revisão, fomos as televisões, rádios, a imprensa em geral. Todo esse trabalho trouxe resultados e a população está atendendo à convocação. Vamos continuar com esse trabalho de conscientização”, destacou o chefe de cartório da 26ª Zona Eleitoral, Eliton Dias Padilha. O trabalho de revisão realizado no município é coordenado pela juíza eleitoral, Luciene Kelly Marciano Roos. Ela é a titular 26ª Zona Eleitoral, que responde ainda pelos municípios de Campinápolis e Novo São Joaquim, que deverão iniciar a revisão biométrica ainda neste ano de 2019. Ao todo, Nova Xavantina possui 15 mil eleitores registrados no cadastro eleitoral. O atendimento está sendo realizado na sede do Cartório Eleitoral, que fica na Avenida Couto Magalhães, Centro, das 07h30 às 13h30. Para realizar a revisão é necessário apresentar um documento oficial de identificação (RG, CNH, carteira de trabalho, carteira profissional, dentre outros definidos em lei), e comprovante de residência (conta de luz, água, telefone, boleto de IPTU, contrato de aluguel, dentre outros definidos pelo Juiz Eleitoral). No caso de homens com mais de 18 anos e que irão requerer a primeira via do título (alistamento), é necessário também, apresentar o comprovante de quitação com o serviço militar. O prazo final da revisão é o dia 29 de março e quem não comparecer terá o seu título eleitoral cancelado. Este eleitor não poderá: se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; obter passaporte ou carteira de identidade; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias.

Informações sobre o vídeo

Data:

Duração: 00:56

Tamanho: 916.99 KB

Produzido por:

Palavras-chave: Tribunal Regional Eleitoral, Título de eleitor.