Eleitores de João Lisboa passam pelo recadastramento biométrico obrigatório

Desde o dia 13 de março, os eleitores de João Lisboa, sede da 58ª zona eleitoral, estão sendo recadastrados biometricamente de forma obrigatória. O processo encerra em 13 de junho e quem não se recadastrar terá o título cancelado. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 18h, no Fórum Eleitoral da cidade, localizado na Rua Tiradentes, s/n - bairro Mutirão.

TRE-MA-audiencia-publica-joaolisboa-capa-internet

Desde o dia 13 de março, os eleitores de João Lisboa, sede da 58ª zona eleitoral, estão sendo recadastrados biometricamente de forma obrigatória. O processo encerra em 13 de junho e quem não se recadastrar terá o título cancelado. O atendimento ocorre de segunda a sexta, das 8h às 18h, no Fórum Eleitoral da cidade, localizado na Rua Tiradentes, s/n - bairro Mutirão.

Nesta quinta, 30, com o objetivo reunir lideranças políticas e comunitárias, além da imprensa e todos interessados no assunto, o Tribunal Regional Eleitoral realizou audiência pública na cidade, que foi presidida pelo desembargador Raimundo Barros e pelo juiz Glender Malheiros (titular da 58º ZE), com apoio do diretor-geral Flávio Costa, do promotor Fábio Meirelles, do secretário Gualter Lopes (Tecnologia da Informação) e de assessores.

O desembargador Raimundo Barros, presidente do TRE-MA, falou da importância da biometria para o município, dos benefícios em relação à segurança do processo e alertou a classe política e a população da necessidade de envolvimento para que a meta estabelecida seja alcançada. Já o juiz esclareceu sobre a documentação exigida para o recadastramento obrigatório e as implicações caso o eleitor não compareça durante o período obrigatório.

Por sua vez, o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-MA, Gualter Lopes, apresentou a logística que está sendo utilizada no município e dados acerca da implantação da biometria no estado, destacando que a intenção é, nas eleições 2018, estar com 70% do eleitorado apto a votar usando a tecnologia.

Durante a audiência pública, várias lideranças questionaram o motivo de o TRE não ter realizado o plebiscito entre os eleitores de João Lisboa, Senador La Roque e Buritirana que resolveria o desmembramento e anexação de povoados e ainda pediram instalação de postos avançados de atendimento em povoados da cidade com vista a facilitar o acesso do eleitor.

O presidente explicou que o plebiscito está suspenso por decisão liminar do Tribunal Superior Eleitoral e garantiu que equipe técnica visitará os locais indicados para que seja feito estudo de viabilidade técnica da instalação de postos.

Até 2017, o TRE-MA pretende recadastrar mais de 1 milhão de eleitores, somando em mais de 3 milhões o número de eleitores com biometria no estado, o que representa 70% da população.

Últimas notícias postadas

Recentes

Selo Justiça em Números: TRE-MA é certificado com Ouro

O Selo Justiça em Números é conferido aos tribunais desde 2013 com o objetivo de fomentar a qualidade dos dados estatísticos do Judiciário, sobretudo referentes ao Relatório Justiça em Números. Este ano, 2017, foram distribuídos 4 selos Diamante, 65 Ouro, 16 Pratas e 3 Bronze.

Cinco novos veículos 4x4 passam a compor frota do TRE-MA

A compra dos novos 5 veículos está alinhada ao Planejamento Estratégico 2015/2020 do TRE-MA, no que diz respeito ao macrodesafio “Aperfeiçoamento da Gestão de Custos” e, ainda, tem o objetivo de implementar renovação parcial da frota veicular do órgão.