Maranhão alcança o 5º lugar no ranking IDS da Justiça Eleitoral

Premiação está no 5º Balanço Socioambiental do Poder Judiciário feita pelo CNJ

O Conselho Nacional de Justiça divulgou no último dia 30 de julho, no 5º Balanço Socioambiental do Poder Judiciário, o resultado do ranking que mede o índice de desenvolvimento sustentável (IDS) da Justiça Eleitoral. Nele, o TRE do Maranhão alcançou a 5ª colocação.

O IDS é um indicador único, capaz de avaliar, em uma só dimensão, o resultado combinado de vários fatores distintos, permitindo a comparação objetiva entre os tribunais. Entre os indicadores avaliados e condensados no IDS estão o consumo de energia elétrica, de água, de copos descartáveis, de papel e a participação em ações de qualidade de vida.
O Balanço da Sustentabilidade do Poder Judiciário é publicado desde 2017 com o objetivo de apresentar o resultado do monitoramento e da avaliação da execução dos Planos de Logística Sustentável (PLS) dos órgãos do Poder Judiciário. Essa análise é feita a partir de indicadores que visam à economicidade dos gastos públicos e à proteção ao meio ambiente.

A quinta edição do relatório apresentou os dados de 118 órgãos, Tribunais e Seções Judiciárias, divididos da seguinte forma: 27 Tribunais de Justiça (TJs), 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), 24 Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs), 5 Tribunais Regionais Federais (TRFs), 26 Seções Judiciárias, 3 Tribunais de Justiça Militar (TJMs), 2 Conselhos e 4 Tribunais Superiores.