Desembargador Joaquim Figueiredo e juíza Lavínia Coelho eleitos membros efetivos do TRE

Biênios iniciam em maio de 2020 e dezembro de 2019, respectivamente

Desembargador José Joaquim e a juíza Lavínia Coelho
Desembargador José Joaquim e juíza Lavínia Coelho

O desembargador Joaquim Figueiredo foi eleito nesta quarta-feira (16) para a vaga de membro titular do Tribunal Regional Eleitoral para o biênio 2020-2022 com 17 votos contra 11 dados à desembargadora Ângela Salazar pelos 28 desembargadores presentes à sessão administrativa do TJMA, de onde é o atual presidente. A vaga será aberta em 16 de maio de 2020 quando encerra o primeiro biênio do desembargador Cleones Cunha. (Cobertura pelo perfil @tremaranhao do instagram, destaque "Membros").

“Foi uma disputa democrática e – saiba – que continuo tendo o mesmo carinho e o mesmo respeito – não só pela senhora – pelos colegas que sufragaram seu nome. Que Deus abençoe a todos”, resumiu o desembargador Joaquim Figueiredo.

Pouco antes, a desembargadora também agradeceu aos colegas que votaram em seu nome e desejou ao desembargador Joaquim Figueiredo muito sucesso à frente da vaga alcançada no Regional.

O desembargador Bayma Araújo, decano do TJMA, foi quem apurou os votos, acompanhado do desembargador José de Ribamar Castro. Já a presidência dos trabalhos foi do desembargador Lourival Serejo.

Vaga de juiz efetivo

Na mesma sessão plenária administrativa, a juíza auxiliar Lavínia Helena Macedo Coelho, da Comarca da Ilha de São Luís, foi eleita membro efetivo do TRE com 14 votos para a vaga que será aberta em 18/12/19 quando o biênio do também juiz Júlio Praseres encerrar. Atualmente, ela compõe o TRE como membro substituto.

Também concorreram os juízes Gladiston Luís Nascimento Cutrim, Mário Márcio de Almeida Sousa e José Afonso Bezerra de Lima.

Fonte: TJMA, com edição