Juiz Júlio Praseres se despede da Corte Eleitoral

.

Juiz Júlio Praseres se despede da Corte Eleitoral

Nesta quarta, 18 de dezembro, o juiz Júlio Praseres participou de suas últimas sessões jurisdicional e administrativa como membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, após encerramento de seu biênio. O magistrado, que também exercia o cargo de ouvidor do TRE, foi substituído pela juíza Lavínia Helena Macedo Coelho.

A trajetória de Júlio Praseres no Eleitoral iniciou em 2015, quando atuou como juiz auxiliar da Corregedoria Regional Eleitoral do Maranhão, sendo, em seguida, escolhido pelo Tribunal de Justiça do Maranhão como juiz substituto da Corte Eleitoral, assumindo como titular em dezembro de 2017.

Ao se despedir, o juiz apresentou aos membros o relatório de atividades da Ouvidoria Eleitoral realizado durante sua gestão, que durou de 20 de março de 2019 até 18 de dezembro. Durante o período foram contabilizados 1.535 chamados devidamente registrados no Sistema Informatizado de Atendimento ao Usuário, cujas manifestações consistem em informações, dúvidas, solicitações, sugestões, elogios, críticas, reclamações e denúncias, para as quais a equipe daOuvidoriaefetua o tratamento devido, buscando soluções para os problemas apresentados, relativos à prestação dos serviços eleitorais.

Apresentou, ainda, 2 projetos em vias de serem lançados: o Cidadania Ativa e o Ouvizap Eleitoral.  O primeiro permitirá a participação do cidadão em todos os processos da construção do poder  e não apenas como um ser estático que só desperta a cada eleição, incentivando o cidadão consciente, participativo e exigente durante todo o curso do mandato daqueles que por ele foram eleitos. O escopo do projeto é não apenas dar visibilidade e voz aos cidadãos, mas ter em mira que as imensas distâncias existentes entre a capital e os municípios funcionam como um fator capaz de tornar desigual a participação cidadã.

Já o segundo projeto tem por objetivo principal ser mais um canal de atendimento na Ouvidoria Eleitoral, por meio do aplicativo de mensagens Whatsapp Business.

Segundo Praseres, "a ouvidoria do TRE-MA busca realizar de forma qualificada e ágil o processamento das manifestações, atividade fundamental, visando oferecer respostas às solicitações dos cidadãos/usuários, sempre empenhada em escutar opinião dos seus usuários de modo aprimorar os serviços prestados ao público por esta justiça especializada".

Após a apresentação, os membros proferiram palavras de carinho e reconhecimento ao magistrado. Prazeres agradeceu a todos, e, em especial, ao desembargador Cleones Cunha que tão bem conduz a Corte com alegria, respeito e seriedade. Por último, agradeceu, ainda, a equipe de servidores que esteve com ele em seu gabinete.