Recadastramento biométrico de Bom Jesus das Selvas ocorre até o dia 18 de outubro

A atividade acontece de segunda a sexta, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 13h, na Câmara de Vereadores

Bom jesus das selvas

Bom Jesus das Selvas, termo da 95ª zona eleitoral de Buriticupu, é um dos municípios que está passando pelo recadastramento biométrico obrigatório de seus eleitores. A atividade ocorre até o dia 18 de outubro de segunda a sexta, das 8h às 18h e aos sábados, das 8h às 13h, na Câmara de Vereadores.

O recadastramento dos eleitores de uma cidade por meio da identificação biométrica visa tornar o processo de votação ainda mais seguro, uma vez que um eleitor não pode se passar por outro. Durante o recadastramento, são coletadas as digitais, foto e assinatura do eleitor.

Nesta segunda-feira, 23 de setembro, o presidente do TRE-MA, desembargador Cleones Cunha, e o membro da Corte, juiz Júlio Praseres, estiveram na cidade para acompanhar os trabalhos iniciados no dia 20 de agosto.

A comitiva do TRE foi recebida pelo juiz Raphael Leite Guedes, titular da 95ª zona eleitoral, que mostrou a estrutura utilizada para realizar o recadastramento. Ao todo, são 6 kits biométricos que atendem diariamente mais de 320 eleitores. Os kits são operados por servidores cedidos pela Prefeitura, fruto de termo de coorperação firmado para esse fim, e supervisionados pelo cartório eleitoral.

Segundo dados do sistema de georeferenciamento do TRE, já foram revisados 8 mil 539 eleitores, o que corresponde a 67% da meta estabelecida pelo Regional que é de 12.711 eleitores. A expectativa é que até o final do prazo essa meta seja atingida, afirmou o juiz.

O presidente ficou satisfeito com os resultados dos trabalhos, a estrutura e o comparecimento dos eleitores. Aproveitou a oportunidade também para agradecer aos servidores e conversar com eleitores sobre a realização da biometria, um procedimento rápido, simples e seguro.

Durante a visita, o desembargador fez uma doação de livros para o projeto Judiciário na Escola, coordenado pelo juiz Raphael Guedes. O projeto, que tem o objetivo de estimular o hábito da leitura e o desenvolvimento da escrita dos alunos, se destina a arrecadar livros que irão compor o acervo das bibliotecas das escolas públicas beneficiadas.

Na ocasião, foi marcada uma palestra na escola UI Manoel Campos Sousa no povoado Verona - distrito de Bom Jesus das Selvas com o desembargador Cleones, para jovens entre 15 e 17 anos, como uma das ações do projeto Voto Jovem na Escola, que busca estimular o alistamento eleitoral e o desenvolvimento da consciência cívica dos jovens estudantes do ensino médio.

Últimas notícias postadas

Recentes